Variantes do idioma: entenda quais são as diferenças de uma mesma língua

Dicionario com variante de um mesmo idioma

Saiba por que as variantes do idioma são tão importantes para que se entenda as diferenças de uma mesma língua

Sabemos que muitos países possuem o mesmo idioma como língua oficial, como é o caso do Brasil e de Portugal com o português, dos Estados Unidos e do Reino Unido com o inglês, da Espanha e do México com o espanhol, entre tantos outros exemplos.

Porém, ao contrário do que é comum se imaginar, existem variações linguísticas que podem fazer toda a diferença na hora de compreender as línguas falada e escrita de um determinado país.

A palavra “propina” no Brasil, por exemplo, está ligada à corrupção, mas em Portugal ela remete às mensalidades de uma faculdade.

Sendo assim, para que se entenda de uma vez e com mais detalhes sobre o tema variantes do idioma, acompanhe o conteúdo abaixo.

O que são as variações de um mesmo idioma?

Quando o assunto é variação de uma mesma língua, há algo que precisa ser levado em consideração logo de início: não é porque dois ou mais países falam o mesmo idioma que algumas palavras do vocabulário terão significados idênticos ou, até mesmo, a mesma pronúncia.

A língua é viva – ela não é um sistema fechado e imutável – e, por isso, ocorrem tantas mudanças de sentido, tanto na escrita quanto em tantas outras nuances.

Além disso, é importante ter em mente que as diferenças de uma língua são de extrema importância para seus respectivos países, principalmente porque elas reforçam o patrimônio cultural do idioma falado por seus povos.

As variantes do idioma acontecem nas ruas, no trabalho, nas palestras, nas escolas, nas universidades, nas conversas com amigos vindos de outros países etc. Enfim, o idioma está sempre em movimento.

Desse modo, é seguro dizer que as variações linguísticas têm o poder de interferir diretamente no entendimento de um idioma.

Variantes do idioma: conheça algumas das mais comuns

Quantas vezes um brasileiro já pronunciou alguma palavra em seu país de uma determinada maneira e foi surpreendido por alguém dizendo “mas você sabia que em Portugal é diferente?” ou algo do gênero?

Pois é – e isso não apenas em relação à pronúncia em si, mas no que diz respeito ao significado das palavras principalmente.

Pensando nisso, listamos abaixo algumas das variações mais conhecidas de alguns idiomas. Confira:

Português do Brasil x português de Portugal

Há muitas palavras no português de Portugal que, no português brasileiro, têm significados completamente diferentes.

“Apelido”, por exemplo, significa “sobrenome”. Já os “autocarros” são os “ônibus”. Quando algum brasileiro vai visitar um “bairro” de alguma cidade de Portugal, ele visitará as chamadas “freguesias”.

E não para por aí: os “trens” são chamados de “comboios”, os “office boys” são nomeados como “estafetas”, as “crianças”, em terras portuguesas, são chamadas de “miúdos”, entre tantas outras variações.

Espanhol da Espanha x espanhol de países da América Latina

A primeira diferença surge logo no nome: o espanhol falado na Espanha é chamado de espanhol europeu, já o espanhol falado nos países da América Latina é conhecido como espanhol latino.

Algumas variantes do idioma espanhol são: o computador, na Espanha, chama-se “ordenador”, mas, na maioria dos países latinos, é conhecido como “computadora”. Os carros, no país europeu, são conhecidos como “coche”, mas são chamados de “auto” ou “carro” nos países da América Latina.

Quem estiver interessado em viver em um país de língua espanhola, não pagará um aluguel, mas sim um “alquiler” na Espanha, um “renta” no México e no Chile ou um “arriendo” na Colômbia, além de tantas outras variações do idioma.

Palavras em inglês

Inglês dos Estados Unidos x inglês britânico

No que diz respeito ao vocabulário, as diferenças entre o inglês dos Estados Unidos e o inglês do Reino Unido também são bem interessantes.

O programa de TV, nos Estados Unidos, é chamado de “TV program”, mas no Reino Unido como “TV programme”. O guarda-roupa é conhecido, nos Estados Unidos, como “closet”, mas é chamado de “wardrobe” nos países britânicos.

Se alguém for comprar calças em uma loja dos Estados Unidos, procurará por “pants”, mas se isso acontecer no Reino Unido, procurará por “trousers”. Lembrando que esses são apenas alguns exemplos das variações no idioma de um país para o outro. Existem muitas outras variantes no inglês.

Como as variações de um idioma podem influenciar o processo de tradução

Claro que existem algumas regras básicas para se fazer a tradução de um texto, mas a tradução é algo muito amplo e não pode ser limitada apenas a algumas poucas normas.

Segundo Susan Bassnett, “a tradução não é a substituição de elementos lexicais e gramaticais entre línguas”, isto é, a tradução não é uma mera reprodução de um texto em outro idioma.

O propósito da tradução é adaptar um texto a todas as necessidades de um determinado idioma e de uma cultura específica.

Seu objetivo é que o conteúdo final pareça ter sido originalmente escrito na língua para a qual está sendo traduzido, ou seja, precisa soar de forma natural para o seu público-alvo.

Assim, um mero detalhe pode fazer toda a diferença no sentido de uma frase do texto. É preciso que o tradutor tenha muita atenção sempre.

Competências necessárias para um tradutor profissional

A tradução é um trabalho que requer uma gama de conhecimentos linguísticos e culturais por parte do tradutor, além de muita dedicação, é claro.

Sendo assim, é possível afirmar que o tradutor que segue na carreira profissionalmente é visto como um produtor de significados, com o objetivo de representar o autor e os textos que está traduzindo verdadeiramente.

Para isso acontecer é preciso que o profissional conheça o ambiente cultural, os padrões comportamentais e os sistemas de valores que caracterizam as culturas dos idiomas envolvidos.

Também é importante ter a completa compreensão dos textos na língua de partida e a sua reprodução correta na língua de chegada. O tradutor precisa utilizar um estilo e um registro adequados à finalidade do texto que está sendo traduzido.

Portanto, o processo de tradução juramentada ou de qualquer outro tipo de tradução não é uma tarefa fácil. As diversas variações de um idioma exemplificam bem essa questão.

É preciso que os profissionais de tradução tenham conhecimentos variados e, acima de tudo, reconheçam a riqueza das variações de um idioma, de seu povo e de sua cultura.

Solicite sua Tradução

Postagens Relacionadas