Tradutor oficial: como saber se o serviço de tradução não é confiável?

Conheça os prejuízos que um serviço de qualidade duvidosa pode lhe trazer e como identificar uma empresa de tradução séria.

O tradutor público é o profissional procurado quando existe a necessidade da tradução juramentada, cujas características são diferentes dos demais serviços de tradução. Por isso, é fundamental escolher uma empresa confiável e respeitada.

Porém, essa busca pode ser um problema se os fatos que tornam uma empresa séria e confiável não forem conhecidos. Como consequência, o serviço pode ser realizado com baixa qualidade, o que traz sérios problemas na hora de usar a tradução.

Conheça a importância de escolher uma boa empresa para a realização do serviço, os critérios que devem ser considerados e quais são as possíveis complicações resultantes de uma tradução com baixa qualidade.

Qual é a importância de escolher um bom tradutor público?

Muito importante. Afinal de contas, seus resultados podem ser o diferencial entre conseguir ou não realizar o sonho de estudar ou trabalhar em outros países ou mesmo de conhecê-los em uma viagem.

De acordo com estatísticas da Common Sense Advisory (CSA), o mercado global de serviços de tradução deve atingir US$ 46,52 bilhões em 2018 – o que representa mais de US$ 3,87 bilhões por mês –, mostrando o quão aquecido está o mercado atualmente.

Ao comparar com estatísticas anteriores, o impacto é ainda mais surpreendente: em 2009, o mercado foi avaliado em US$ 23,5 bilhões, ou seja, teve um crescimento de quase 100% em apenas 9 anos, o que demonstra a forte tendência de globalização que vemos no mundo atualmente.

Com tanto aquecimento no mercado, é de se esperar que mais profissionais comecem a se interessar pela área para prestar seus serviços. E o tradutor público é um deles, já que seu trabalho é essencial para trâmites burocráticos internacionais.

Ao entender exatamente o que é a tradução juramentada – que é o serviço de tradução realizado para documentos oficiais, de modo que ainda mantenham seu valor legal em outros países –, é possível compreender o quão intensa é a procura por ela.

Isso explica porque a tradução juramentada está entre os principais serviços de tradução atualmente, uma vez que o número de pessoas que visita outros países é muito grande: de acordo com a Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), 1,2 milhão de brasileiros o fizeram apenas em 2017.

Como escolher uma empresa de tradução confiável?

Homem está prestes a assinar um documento com uma caneta elegante, simbolizando a escolha de uma empresa de tradução confiável.

Há vários critérios que devem ser analisados para tomar essa decisão, desde o tempo de atuação no mercado até os preços cobrados. Confira os principais:

Tempo de experiência no mercado

Empresas que atuam há bastante tempo no mercado comprovam a qualidade de seus serviços, pois isso mostra que vários clientes já foram atendidos durante esse período de tempo e tiveram suas expectativas plenamente atendidas.

Isso também consolida sua imagem no mercado e faz com que ela seja considerada como referência, o que traz muito mais tranquilidade aos clientes interessados em fechar negócio com ela.

Justamente para manter essa imagem, os critérios utilizados para a contratação de um novo tradutor público, técnico ou de qualquer outro tipo de serviço são bem rigorosos, já que há uma imagem positiva a se zelar no mercado.

Número de clientes atendidos

Esse é um círculo vicioso: quanto mais clientes já tiverem sido atendidos pela empresa de tradução, maior será a confiança que os novos clientes sentirão nela, em um processo que tende a se manter indeterminadamente.

É importante ressaltar que os clientes atendidos não devem ser considerados apenas como um número, mas sim como pessoas e empresas que tiveram suas necessidades atendidas pela empresa de tradução, o que é um ótimo indicativo.

Também como consequência do tempo de atuação, as empresas que atendem um maior número de clientes tendem a ser vistas pelo mercado de uma maneira mais positiva, o que pesa bastante na hora de tomar a decisão de contratar um tradutor público.

Qualidade no atendimento

Um dos erros mais comuns ao contratar empresas de tradução é não considerar a qualidade do atendimento prestado ao cliente, o que pode ter sérias consequências desde a contratação do serviço até a conclusão do trabalho.

É imprescindível que a empresa atenda seu cliente com atenção e boa vontade, já que é bem provável que ele tenha algumas dúvidas, desde o prazo necessário para a realização do serviço até a forma de pagamento e como ele é realizado.

Com o esclarecimento de todas as dúvidas e um contato educado, eficiente e cordial, o resultado é uma imagem ainda melhor para a empresa, o que fará com que o cliente tenha vontade de indicar seus serviços espontaneamente para amigos, colegas e familiares.

Preço da tradução

Assim como acontece em praticamente todas as relações comerciais, seja na compra de um aparelho eletrônico ou na contratação de um serviço, o preço sempre entra em questão, embora isso aconteça de uma maneira diferente quando se trata de um tradutor público.

É uma característica natural do ser humano procurar por economia sempre que possível, mas a atenção deve ser redobrada quando se trata das traduções juramentadas, uma vez que um valor muito abaixo da média do mercado pode indicar um serviço de baixa qualidade.

É claro que saber quanto vale um serviço de tradução é importante, mas o custo-benefício deve ser ponderado com um peso maior, ou seja, o quanto compensa pagar por aquele serviço e ter a tranquilidade de saber que tudo correrá bem.

Quais são as consequências do trabalho sem qualidade de um tradutor público?

As consequências podem ser, por exemplo, a não aceitação de um histórico ou diploma escolar traduzido para o idioma local de um determinado país, o que por sua vez impede a realização de um tão desejado intercâmbio, entre várias outras consequências.

O trabalho de um tradutor público é tão específico que só pode ser realizado por profissionais devidamente aprovados em concursos públicos e habilitados pela Junta Comercial do Estado em que atuam.

Isso é necessário uma vez que eles são dotados de fé pública, ou seja, autorizados a conferir valor legal aos documentos traduzidos. É por isso que o processo é tão minucioso e detalhado, já que apresenta implicações legais e burocráticas.

Seja para um intercâmbio, para trabalhar em outro país ou mesmo para fazer uma visita e poder garantir a validade legal de seus documentos, sempre recorra a um tradutor público de uma empresa de tradução confiável e responsável. Dessa forma, tudo correrá da melhor maneira possível e você evitará grandes problemas.

Solicite sua Tradução

Postagens Relacionadas