Quais são as áreas de atuação da tradução técnica?

Um dos mais importantes serviços de tradução possui várias ramificações, de modo a atender todas as áreas

A tradução é um serviço que sempre foi – e sempre será – importante na história da humanidade para que a informação seja de acesso global. Entre todas as modalidades, a tradução técnica destaca-se como uma das principais.

Ela pode ser realizada para diversos idiomas e atende várias áreas de conhecimento. Assim, profissionais, estudantes e interessados em todo tipo de assunto podem ter acesso a essas informações.

Conhecer algumas das áreas de atuação desse serviço ajudará a mostrar o quão importante ele é e como uma grande parte do compartilhamento de conhecimento mundial deve-se a ele.

O que é a tradução técnica?

Antes de partirmos para as áreas de atuação propriamente ditas, é importante compreender a definição desse termo.

As traduções técnicas são aquelas que visam traduzir um conteúdo técnico de um idioma para o outro, de modo que ele possa ser compreendido em outros países com toda a riqueza de detalhes do texto original.

Entre todos os serviços de tradução, esse é um dos mais importantes para a disseminação de informações relevantes a nível mundial, já que um conteúdo descoberto na Alemanha, por exemplo, pode ser utilizado na Itália ou na Argentina sem problema algum se for traduzido.

A tradução técnica não é utilizada para traduzir literatura ou música, por exemplo, mas sim conhecimentos específicos que apresentam uma linguagem focada para pessoas que entendam daquela determinada área.

Isso ajuda a compreender como as traduções de teor técnico podem mover o mundo.

Onde atua a tradução técnica?

Basicamente, todos os conteúdos de teor técnico podem passar por esse tipo de tradução, com destaque para os seguintes:

    Física: experiências, fórmulas, teses, procedimentos;
    Biologia: estudos sobre as descobertas de novas espécies de animais, bactérias, vírus, plantas e demais seres vivos;
    Medicina: descobertas de novas doenças, tratamentos para problemas de saúde, testes, experimentos;
    Química: novos elementos, procedimentos com elementos já descobertos, testes;
    Marketing: teorias, experimentos, técnicas de marketing;
    Direito: novos conhecimentos do direito, abordagens de conhecimentos antigos, interpretações sobre leis antigas e atuais;
    Energia: descobertas de novas fontes de energia, economia de recursos naturais, técnicas de aproveitamento energético.

Embora esses sejam somente alguns dos destaques, as traduções técnicas podem atingir todas as áreas que se pode imaginar.

Quais as diferenças das traduções técnicas para as outras?

Pode ser que as diferenças entre tradução técnica e tradução juramentada – bem como entre todos os outros tipos de tradução existentes – ainda seja uma dúvida na sua cabeça. Afinal, não se tratam de traduções do mesmo tipo?

Na verdade, não. A melhor forma de entender sobre o assunto é analisar algum conhecimento de qualquer área técnica no seu próprio idioma.

Por exemplo, todos que nascem no Brasil têm o português como sua língua nativa e, portanto, tornam-se fluentes no idioma com o passar do tempo. Os brasileiros podem conversar com outras pessoas em português sem muito esforço.

Porém, ao conversar com um especialista sobre saúde, por exemplo, pode ser que nos deparemos com palavras que jamais ouvimos falar e que nem podemos imaginar do que se tratam, mesmo que façam parte do nosso idioma.

“Anquiloglossia”, “iridociclite”, “bradipneia”, “leucotríquia anular”, “claudicação”, “nucalgia”, “dispneia paroxística noturna”, “parestesia”, “encoprese” e “síncope” são alguns termos da medicina – todos eles em nosso idioma, mas nós mal podemos compreender seus significados.

Cada área de conhecimento tem os seus próprios termos, os quais não são conhecidos por grande parte da população, principalmente por quem não tem contato com essa área de conhecimento em si.

Isso mostra que a tradução técnica não consiste somente em traduzir palavras de um idioma para o outro, mas de tratar de assuntos de teor técnico e, consequentemente, mais complexos.

Veja mais – Tradução técnica x tradução juramentada: qual é a diferença?

tradução técnica

Quem pode fazer traduções técnicas?

Não existe nenhum curso específico que ensine um profissional a ser um tradutor técnico. Existe o curso superior de tradutor e intérprete, embora ele não ensine especificamente esse tipo de serviço de tradução.

Na maioria das vezes, os profissionais que oferecem o serviço de tradução técnica já trabalham como tradutores e possuem conhecimento sobre determinada área de atuação, sejam eles formados nessa área ou não.

Por exemplo, um tradutor que tenha muita afinidade com a área de direito pode realizar traduções técnicas sobre esse assunto com muita qualidade, ao passo que a tradução de um texto na área de medicina não será o seu ponto forte.

Agora ficou bem mais claro por que contratar um tradutor técnico para fazer esse tipo de serviço – pela complexidade e especificidade que ele precisa para tal.

Quanto custa uma tradução técnica?

Não existe uma resposta única para isso, já que tudo depende de uma série de fatores.

Algumas áreas são consideradas mais complexas do que outras, o que pode fazer com que a tradução de cada tipo de conteúdo tenha preços diferentes.

Da mesma forma, o preço pelo serviço também pode variar de acordo com o tamanho do texto que precisa ser traduzido, já que textos mais extensos demandam mais dedicação e tempo.

É possível também que as traduções técnicas precisem ser traduções juramentadas, caso exista a necessidade de apresentá-las em algum órgão oficial. Para isso, o tradutor também deve ser concursado e empossado pela Junta Comercial do seu Estado, o que também pode aumentar o valor do serviço.

Por esses motivos, não há como definir quanto vale um serviço de tradução técnica sem analisar o texto previamente, mas geralmente ele tende a ser mais caro do que as traduções simples, uma vez que envolve uma área específica de conhecimento.

Veja mais detalhes: Quanto vale um serviço de tradução?

Traduções técnicas disseminam conhecimento pelo mundo

A importância desse tipo de tradução é muito grande, já que ela pode fazer com que uma descoberta médica nos Estados Unidos ajude a salvar a vida de uma pessoa na Itália, ou que uma descoberta tecnológica na Alemanha auxilie em novas descobertas científicas no Japão, por exemplo.

De acordo com a Bibliografia de Interpretação e Tradução, a primeira tradução técnica remete ao ano de 1925 e trata-se de um artigo sobre a ciência árabe na Europa Ocidental.

Desde então, muitas traduções técnicas foram feitas, as quais ajudaram o mundo a ter acesso a diversas informações, o que cooperou diretamente com a disseminação de conhecimento de qualidade.

Portanto, sempre que você ouvir falar sobre tradução técnica ou precisar contratar esse tipo de serviço, já saberá como ele é – e sempre será – extremamente útil!

Solicite sua Tradução