Tradução profissional: área tem crescido a uma taxa anual de 5,52%.

Em um contexto no qual a globalização está em alta, o profissional de tradução é cada vez mais necessário. Vamos falar mais sobre a sua importância.

A comunicação é inerente à existência humana. Desde o homem das cavernas, quando o conceito de idioma sequer sonhava em existir, a comunicação estava lá, viva, entre grunhidos e gestos, cumprindo a sua função de traduzir sentimentos e necessidades.

O mundo evoluiu e, com ele, também evoluíram as pessoas. O avanço na forma de se comunicar, que hoje acontece mais rápido do que nunca, também demanda melhoria na maneira como a mensagem é entregue.

Respiramos globalização e, por isso, atualmente não há espaço para obstáculos quando há a necessidade de se comunicar. Esse é o papel da tradução profissional.

Etimologia

A palavra tradução vem do latim traducere, cujo significado é “converter”, “mudar”; originalmente “transferir”, “guiar” de trans- mais ducere, “guiar”, “conduzir”. Ou seja, converter uma mensagem de uma língua para outra.

Surgimento da tradução

Apesar de muitos atribuírem o surgimento da tradução ao período pós-guerra, a necessidade de interpretar e reescrever documentos em outro idioma vem de muito antes, segundo documentos de 3 mil anos a.C.

Os documentos registram que a interpretação simultânea, por exemplo, já acontecia no Egito Antigo e no Império Romano a serviço do bom andamento da administração pública. Naquela época, a tradução já cumpria o seu papel de possibilitar negociações entre povos de línguas distintas.

Veja mais – As inovações tecnológicas podem substituir os erviços de tradução?

A tradução na história do Brasil

No Brasil, a história da tradução muda um pouco, apesar dos objetivos serem similares. Desde a época do descobrimento do país em 1500, quando dois povos completamente distintos se viram dividindo o mesmo pedaço de terra, surgiu a necessidade de se comunicar.

Naquela época, portugueses e indígenas usavam muito de imagens, músicas, danças e gestos para compreenderem e serem compreendidos, inclusive foi a partir desses recursos que os jesuítas catequizaram os povos indígenas.

Um pouco adiante, por volta do século XVI, é preciso mencionar outra figura importante quando falamos sobre a história da tradução no Brasil. Aqui falamos dos línguas.

Quando começaram a surgir as feitorias, as quais funcionavam como grandes armazéns ou depósitos comerciais com a função de controlar os bens produzidos pela colônia, surgiu também a necessidade de ampliar a comunicação – e esse era o papel dos línguas.

O vasto conhecimento linguístico e a capacidade de falar com quem quer que fosse conferiam certa autoridade aos línguas, que inclusive eram muito bem remunerados pelos seus serviços prestados às autoridades europeias.

O crescimento do mercado de tradução

Saindo um pouco do passado e voltando aos dias atuais, não dá para negar que a globalização hoje está bastante em pauta.

A expansão e a intensificação dos meios de comunicação colaboram muito com esse cenário, pois hoje é possível acessar qualquer lugar do mundo com uma simples pesquisa pelo próprio celular.

Com o crescimento da globalização surgem também algumas necessidades, dentre elas a necessidade da tradução. Tanto é que, segundo a Common Sense Advisory, empresa norte-americana que mede o desenvolvimento do mercado de tradução, o serviço de tradução de idiomas tem crescido 5,52% ao ano.

Basicamente, as causas são as ampliações das tecnologias voltadas à informação. Afinal, a evolução das formas de se comunicar demanda melhoria na capacidade de ampliar o alcance da mensagem – e esse é o papel da tradução profissional.

Basta analisar o quanto cresceu também a demanda por profissionais que falem mais de um idioma. De acordo com algumas especulações, estima-se que em 10 anos a fluência em inglês seja exigida em 100% das empresas.

tradução profissional

Tradução profissional garante qualidade e dá confiança

A importância da tradução vai além de luxo ou capricho. Ter um material traduzido com qualidade é questão de necessidade e nós vamos explicar o motivo. Erros de tradução fazem com que empresas percam credibilidade e, muitas vezes, até virem piada.

Vale mencionar algumas traduções erradas que se popularizaram na internet por motivo de piada. Durante a Copa do Mundo de 2014, na tradução de uma placa colocada em via pública, a palavra “aeroporto” foi traduzida como aiport, sem a letra R. O correto seria airport.

Ainda sobre traduções erradas, uma placa – também implantada em via pública – que dizia “Setor Hoteleiro Norte” trazia o texto Southern Hotel Sector na tradução para o inglês. O problema é que Southern significa “Sul” em inglês, ou seja, o extremo oposto.

Não deixe de ver – Empresa de tradução: porque é preciso ser assertivo nesta escolha?

Diferenças entre o tradutor e o intérprete

Muitas pessoas confundem o trabalho do tradutor e o do intérprete. Isso acontece principalmente devido às semelhanças entre as duas profissões que, na prática, possuem objetivos bem semelhantes. Por isso vamos conceituar separadamente as duas:

1. O tradutor

O trabalho do tradutor é, substancialmente, traduzir todo e qualquer tipo de conteúdo apresentado de forma escrita. Podemos citar alguns exemplos: documentos de todos os tipos, sejam eles oficiais ou não, livros, legendas, manuais de instrução, bulas de remédio etc.

Um tradutor juramentado, por exemplo, tem como atribuição traduzir documentos oficiais e garantir a veracidade de todos os termos presentes neles.

2. O intérprete

O intérprete trabalha basicamente com a audição e a fala. Seu papel é ouvir muito bem discursos, considerando seu contexto, sua cultura e suas referências, e criar uma versão para outro idioma em tempo real.

Dessa forma, o intérprete possibilita a conversa entre pessoas, ainda que essas não falem a mesma língua.

Não deixe de ver – Agência de tradução: os 07 erros mais comuns ao contratar esse serviço!

Por que contratar uma tradução profissional?

Em um cenário no qual há um avanço rápido em tantos segmentos de mercado, muitos chegam a questionar se é necessário contratar uma empresa de tradução. Afinal, por que não usar um software como um substituto no desenvolvimento da tradução profissional?

Primeiramente, é preciso saber que a comparação é incabível e você irá entender o motivo. Um software, mesmo o mais avançado deles, é incapaz de compreender alguns contextos e sentimentos, além de não ter senso crítico e, por último, mas não menos importante, não ser capaz de usar a própria criatividade.

Os tradutores automáticos online mais utilizados funcionam a partir de coleta e comparação de informações, trabalhando por meio de um processo de estatística, o que resulta em traduções quase que completamente literais e sem contexto adaptado.

Apesar de existirem programas de computador cujo resultado seja muitas vezes bom e correto, não há no mercado atualmente uma inteligência artificial dotada da mesma sensibilidade humana contida em uma tradução profissional.

Solicite sua Tradução