A tradução é uma arte: qual a importância das normas de qualidade?

Certificados de qualidade no mercado de tradução

Entenda quais são as normas que regem o mercado de tradução mundial e quais são os benefícios de adotá-las em seu negócio

Assim como em diversas outras áreas, o mercado de tradução também é regido por normas e regras que visam garantir a qualidade dos serviços prestados.

Nesse sentido, escolher uma empresa que se preocupa com essas questões e siga todos os protocolos estabelecidos é fundamental para que a tradução de seus documentos e conteúdos seja feita da melhor forma possível.

Porém, quais são essas normas e como o consumidor pode verificar se a empresa escolhida cumpre os requisitos em questão? A resposta para essa pergunta está logo a seguir:

Normas de qualidade para os tradutores

Você provavelmente conhece ou já ouviu falar sobre as normas de qualidade ISO, as quais foram criadas com o objetivo de padronizar a execução de produtos e serviços em qualquer lugar do mundo.

Sendo assim, quando alguém se depara com o certificado ISO já sabe que o item em questão foi, de alguma forma, “atestado” pela entidade e que ele cumpre requisitos específicos que garantem a sua qualidade.

O setor de tradução é basicamente regido por duas dessas normas, as quais são consideradas específicas para esse tipo de serviço. Trata-se da ISO 9001 e da ISO 17100.

ISO 9001

Uma das normas mais importantes e talvez a mais conhecida delas, a ISO 9001 está diretamente relacionada ao sistema de gestão e controle de qualidade.

Trata-se de um conjunto de políticas, processos e procedimentos executados na área central de negócios em uma instituição. Ela ajuda não só os gestores a identificar possíveis falhas nos processos da empresa, como também ajuda a corrigir tais falhas da forma mais eficiente.

Além disso, essa norma visa garantir, de maneira geral, uma melhoria no desempenho dos negócios e um aumento de satisfação dos clientes.

ISO 17100

Já a ISO 17100 contém requisitos específicos para garantir a qualidade dos serviços de tradução e inclui as competências dos recursos da empresa para executar tais atividades.

Esse protocolo consiste em avaliar o sistema de gestão das empresas, bem como a segurança dos arquivos traduzidos, a qualificação dos tradutores profissionais e dos revisores, o gerenciamento dos projetos de tradução e até a qualidade linguística do serviço prestado.

Normas de qualidade para tradução

Qual a importância de seguir essas normas para o seu negócio?

Esse tipo de certificação é fundamental para empresas que, acima de tudo, desejam alcançar a excelência em seus serviços e fornecer uma tradução de qualidade para os seus clientes.

Elas representam a capacidade de gerenciamento dos processos e recursos utilizados internamente, servindo como base para que os colaboradores consigam alcançar um alto padrão nos serviços realizados.

Além disso, as empresas que atuam sob tais normas possuem o tão conhecido diferencial competitivo, uma vez que quando o consumidor comparar uma empresa que segue esses padrões com outra que não segue, a tendência é que ele escolha a primeira opção.

Outro benefício está no aumento das oportunidades de negócio, tendo em vista que a empresa se torna bem vista aos olhos dos potenciais clientes e de outras empresas do mercado.

No fim das contas, o saldo de adotar as normas de qualidade no mercado de tradução é mais positivo do que pensávamos: clientes ganham um serviço mais qualificado e eficiente, a empresa ganha uma maior lucratividade e o mercado ganha opções cada vez mais competitivas.

Sendo assim, antes de escolher uma empresa para realizar esse tipo de serviço – seja uma tradução juramentada ou uma tradução simples – certifique-se de que ela possua todos os requisitos citados para garantir resultados que atendam todas as suas necessidades.

Solicite sua Tradução

Postagens Relacionadas