Processos internacionais: como funciona a tradução

Juiz e tradução de processos

Veja como funciona a tradução de processos jurídicos e como os serviços profissionais garantem a qualidade e a veracidade dos documentos traduzidos

Embora o setor jurídico esteja se tornando cada vez mais global, ele ainda é fortemente regulamentado. A comunicação clara e concisa com os clientes é de suma importância, especialmente quando se lida com informações pessoais e/ou sensíveis.

E em meio a essas regulações, nos deparamos com a tradução de processos jurídicos.

Como o nome sugere, a tradução jurídica trata de textos dentro do domínio da lei. Os assuntos legais variam de país para país, então apenas tradutores profissionais especializados no campo jurídico devem trabalhar nesses documentos.

O texto traduzido deve ser exato, pois uma única má tradução pode gerar sérias consequências, inclusive perdas financeiras ou futuras ações judiciais litigiosas.

A natureza sensível dos documentos legais – além de sua importância dentro do campo jurídico – significa que eles só devem ser traduzidos por linguistas especializados e experientes.

Veja o que é e como funciona o processo de tradução jurídica:

O que é a tradução jurídica?

Essa modalidade trata de textos dentro dos sistemas legais, que variam de país para país.

A tradução de processos requer o domínio de um tradutor nos idiomas em questão, além de um conhecimento profundo de ambos os sistemas legais dos países envolvidos. Somente assim a tradução de expressões jurídicas será precisa e natural.

A cultura também acaba afetando diretamente esse processo, portanto, o linguista deve considerar esses fatores para traduzir os documentos. Todo sistema jurídico cresceu a partir do uso de diferentes expressões legais, todas únicas em uma jurisdição.

Além dessa complexidade, também existem leis diferentes que se aplicam a várias áreas, como mídia, tecnologia, finanças, manufatura, entre outras.

Por esses motivos, não é possível fazer uma tradução simplificada de um documento jurídico.

A correspondência precisa de direitos e deveres, juridicamente vinculativos, entre o texto original e a tradução é crucial. Não há espaço para erros, pois os erros podem levar a atrasos prolongados ou, mais seriamente, a ações judiciais e perdas financeiras.

A linguagem jurídica

Pode-se dizer que a “comunicação jurídica” é uma linguagem própria. Assim como a ciência e a religião, a linguagem jurídica exige coerência, precisão e respeito pela tradição.

Os tradutores devem estar cientes da equivalência cultural, social e linguística de ambos os idiomas envolvidos. Além de se adequar à linguagem jurídica específica, o tradutor deve sempre ter em mente que todas as frases, significados ocultos e nuances devem ser mantidas o mais precisas possível.

Além disso, sistemas legais, direitos e regulamentos diferem entre países e culturas, por isso é muito importante que o tradutor tenha um entendimento completo do sistema jurídico de cada país envolvido.

Os serviços de tradução de processos jurídicos são exigidos por diversos setores, desde tecnologia e mídia até finanças, ciências da vida e manufatura.

Também é importante considerar que todos os escritórios de advocacia mantêm setores com diferentes áreas de atuação, como bancos, resolução de disputas, empregos e benefícios, seguros, propriedade intelectual, patrimônio privado, imóveis e litígios, entre outros.

Quais documentos requerem a tradução jurídica?

Como funciona a tradução de processos jurídicos

A tradução jurídica é frequentemente exigida por instituições internacionais, empresas globais, escritórios de advocacia e registros judiciais, por exemplo.

Quaisquer documentos que serão usados ​​dentro do sistema jurídico em um país cujo idioma seja diferente do qual o texto original está escrito podem precisar da tradução de documentos jurídicos, os quais podem incluir:

  • Declarações de testemunhas
  • Decisões e precedentes legais
  • Patentes arquivadas
  • Transcrições
  • Relatórios oficiais
  • Documentos financeiros
  • Contratos
  • Gravações em CD ou fita

Há também uma grande variedade de outros tipos de textos, como certificados, os quais também se enquadram no termo genérico “documento jurídico”.

No entanto, a tradução de processos legais não é destinada somente a escritórios de advocacia ou grandes corporações. O texto jurídico pode ser encontrado nos termos e condições de um site, por exemplo, ou em folhetos e catálogos de vendas.

Como regra, qualquer documento envolvido em um processo judicial pode precisar da tradução jurídica, mesmo que não seja um documento legal – como certidões de nascimento e passaportes, por exemplo.

Tradutores humanos são melhores?

Sim, a tradução humana sempre deve ser escolhida em vez da tradução automática para documentos jurídicos.

O nível de precisão exigido significa que linguistas humanos profissionais são cruciais para o processo da tradução jurídica.

Algumas traduções exigem conhecimento altamente técnico de uma área específica. O nível de tópicos específicos e especializados, além da linguagem dependente do contexto, significa que um tradutor automático não será o suficiente para documentos jurídicos.

O tradutor também precisa ser informado sobre a finalidade do documento, o que pode influenciar na tradução. Embora avançadas, as máquinas certamente ainda não estão no nível em que poderiam levar esse tipo de situação em consideração.

Por exemplo, o documento é necessário apenas para o público em geral ou será um texto juridicamente vinculativo?

Regulamentos para tradutores jurídicos

Ao contrário de um tradutor simples, existem regras e regulamentos que os tradutores juramentados devem seguir.

Alguns países exigem tradutores certificados pelo Estado para a tradução juramentada, incluindo o Brasil e a Argentina, por exemplo.

Já em países como Espanha, Suécia e Holanda é requerido que os linguistas trabalhem com a “tradução juramentada”. Isso significa que os tradutores fazem juramentos legais e são regulados e examinados centralmente.

Isso é para garantir que suas traduções sejam proficientes. Eles são, então, autorizados pelo Ministério das Relações Exteriores para que possam traduzir documentos oficiais.

Países como a Itália exigem um profissional jurídico para certificar todas as traduções legais. Essas precauções e requisitos mostram a importância da tradução jurídica para ser, acima de tudo, precisa.

Quanto tempo demora a tradução juramentada?

Para garantir que você tenha uma tradução de processos jurídicos mais técnica e precisa, precisará reservar tempo suficiente para isso.

Uma tradução de um contrato pequeno pode levar apenas um dia ou dois, mas um arquivo de caso inteiro pode levar uma semana, duas ou até mais, dependendo da dimensão do trabalho.

Primeiro de tudo, escolha uma empresa de tradução com experiência em traduzir documentos jurídicos nos idiomas de origem e de destino, e que possa traduzir os dois idiomas perfeitamente. Essa combinação produzirá as melhores traduções jurídicas.

Quando se trata de tradução jurídica, procure sempre por profissionais. Aqui na Fidelity, somos os especialistas nos quais você pode confiar.

Solicite sua Tradução

Postagens Relacionadas