Pensa em estudar no exterior? Veja oito dicas para embarcar nessa jornada

Saiba como mandar muito bem nos estudos em outro país

Ir para outro país é uma experiência incrível, já que tudo passa a ser novidade. Cultura, arquitetura, gastronomia, costumes, dinheiro e comportamentos são algumas das diferenças de estar em um país que não é o que você cresceu.

Isso se intensifica quando você vai estudar no exterior, já que a estadia será prolongada, ou seja, haverá muito tempo para aprender sobre cada detalhe e evoluir ainda mais os seus conhecimentos acadêmicos e gerais.

Se você tem a pretensão de estudar fora do país, saiba que algumas dicas podem tornar esse processo mais simples e proveitoso. Desse modo, cada situação será uma oportunidade de aprendizado e crescimento pessoal.

Dicas incríveis para estudar em outro país

Seguir essas sugestões fará com que o intercâmbio seja ainda melhor do que você imaginou:

#1 – Pesquise muito

Esse é um passo muito importante na sua vida e é essencial pesquisar o máximo possível sobre o país, o estado e a cidade que servirão como seu lar durante esse período.

Busque saber quais são as melhores instituições de ensino na região, as hospedagens que apresentam um preço mais bacana e os destinos turísticos próximos que servirão como roteiro para que você aproveite seu tempo livre.

Até mesmo detalhes históricos e culturais devem estar na sua pesquisa. Assim, quando você chegar lá, saberá um pouco do que esperar e conseguirá adaptar-se mais rapidamente.

#2 – Cuidado com os detalhes burocráticos

A fascinação pela viagem é tão grande que pode fazer com que você esqueça-se da burocracia, mas ela é fundamental para que você consiga passar a sua estadia em outro país sem nenhum problema.

Pesquise se o país de destino exige visto. Se não exigir, seu documento de identificação deverá servir, mas caso exija, você precisará primeiro tirar um passaporte e, em seguida, solicitar a emissão do visto.

Alguns países também solicitam que os visitantes tomem certas vacinas e não autorizam o embarque caso você não apresente uma comprovação de que a recebeu, ao passo que outros países exigem um seguro viagem.

Além disso, também pode ser preciso contar com os serviços de tradução juramentada para que os seus documentos – como históricos escolares e diplomas – sejam válidos em solo estrangeiro.

Cada caso é um caso. Pesquise bastante sobre as exigências legais e burocráticas do país em questão para que tudo corra bem.

#3 – Guarde o máximo de dinheiro possível

Guardar dinheiro nem sempre é uma tarefa fácil, mas a partir do momento que você tiver o propósito de ir para outro país para passar uma temporada nele, o objetivo de suas economias deve estar na viagem.

Nós nem sempre paramos para pensar em todas as despesas que teremos, mas elas serão muitas, como hospedagem, comida, transporte, lazer e até materiais escolares, se forem necessários.

Como diz o ditado, é melhor prevenir do que remediar. Por isso, é mais recomendado levar uma boa quantia e sobrar um pouco no final da viagem do que ter o dinheiro contado e não conseguir resolver eventuais emergências.

#4 – Faça um diário ou um blog

Souvenirs e lembrancinhas são sempre muito legais, mas a experiência que sentirá na pele quando estiver em outro país não tem preço. Por isso, anotar cada detalhe pode fazer com que você reviva esses sentimentos sempre que quiser.

Você pode escrever tudo em um diário ou caderno ou optar por escrever em um blog, no qual podem ser anexados fotos e vídeos da sua viagem. Seja qual for a sua alternativa, escolha uma delas e eternize suas memórias.

#5 – Dedique-se aos estudos

Pode parecer irônico falar sobre esse assunto em um intercâmbio, mas com tantas atrações, destinos e novidades que estarão bem a sua frente, o objetivo da viagem, que é justamente o estudo, pode correr o risco de ficar em segundo plano.

Sabe aquela frase que diz que primeiro vem as obrigações e depois a diversão? Ela aplica-se muito bem aqui. Dedique seu tempo para cumprir as obrigações de estudo e depois tenha o seu tempo livre para desfrutar da forma que preferir.

#6 – Conheça lugares diferentes

Ainda que você vá fazer intercâmbio em apenas uma cidade, terá várias outras ao redor que podem ser visitadas para agregar conhecimento em sua bagagem pessoal e intelectual, assim como alguns estados próximos.

Algumas regiões, especialmente na Europa, têm países muito pequenos, bem menores do que o Brasil, por exemplo, o que significa que uma viagem de algumas horas – ou até mesmo de minutos, dependendo de onde estiver – pode te levar a um novo país.

Outro ponto positivo é que essas viagens podem ser feitas de várias formas, desde aviões até trens. Pesquise sobre o acesso mais fácil a diferentes regiões e aproveite melhor cada minuto em solo internacional.

#7 – Converse com outras pessoas sobre o seu intercâmbio

Hoje em dia, com a facilidade da internet, é possível encontrar pessoas que já viajaram para outros países e contam suas experiências em sites, blogs, fóruns e redes sociais. Aproveite essa oportunidade para conversar com alguém que já passou pelo mesmo que você irá passar.

Assim como é possível ter ideias e inspirações conversando com quem já fez a viagem no passado, também é uma boa ideia conversar com pessoas que viajarão para o mesmo lugar. Isso pode fazer com que você comece uma longa amizade.

Outro ponto legal ao registrar a sua viagem, como vimos na dica #4 acima, é poder compartilhar suas impressões e conclusões com outras pessoas, o que ajuda a criar um círculo vicioso de apoio entre os intercambistas de todo o mundo.

#8 – Seja independente

Pode soar um pouco contraditório em relação à dica anterior, mas manter um espírito independente te ajudará a se desenvolver ainda mais na sua viagem, já que você terá que lidar com todas as situações adversas que aparecerem.

Viajar sozinho pode parecer um pouco assustador, mas quando você supera seus limites e percebe que você mesmo é a pessoa responsável por fazer a viagem funcionar, o crescimento será proporcional aos desafios encarados.

Isso não significa que você não possa cultivar novas amizades e pedir ajuda quando estiver estudando em outro país, mas conduzir a sua própria viagem tornará a experiência ainda mais incrível.

Tenha a melhor viagem da sua vida

Ao mesmo tempo em que você pode sentir um frio na barriga por saber que estará longe da sua rotina, a liberdade de ter um lugar diferente para chamar de casa tornará essa viagem em um verdadeiro marco na sua vida.

Preocupe-se com os detalhes burocráticos, como contar com uma empresa de tradução para fazer a tradução juramentada dos seus documentos, economize o dinheiro que puder e concentre-se nos estudos, mas sem abrir mão de se divertir. Essa é a receita para ter a viagem mais inesquecível da sua vida.

Solicite sua Tradução

Postagens Relacionadas