Controle de Saída e Entrada nos Estados Unidos, Tudo o Que Você Precisa Saber Para Não Ser Barrado

O momento de passar pelo agente de imigração é uma grande preocupação de quem se prepara para viajar, mas ele é bem menos complicado do que pode parecer

Uma viagem para os Estados Unidos da América traz uma série de preocupações, independentemente de qual seja o motivo da viagem. Seja para estudar no exterior., para trabalhar ou simplesmente para fazer uma visita ao país, a hora de se encontrar com o agente de imigração costuma ser muito temida.

Quem vai passar por esse momento pela primeira vez tende a sentir um medo ainda maior, mas mesmo quem já fez várias viagens não deixa de ter aquele frio na barriga, aquele pensamento, por mais distante que esteja, que até arrepia: e se não der certo dessa vez?

Essa é uma preocupação mais presente na hora de entrar nos Estados Unidos, mas quem está saindo do país também pode ficar com um pé atrás. Felizmente, a situação é muito menos complexa do que se parece, e quem for passar por ela pode ficar numa boa.

Confira quais são as melhores dicas para passar ileso pelo controle de saída e entrada nos Estados Unidos e poder curtir a sua viagem de ida ou de volta com toda a tranquilidade e alegria que ela merece!

Como Não Sofrer Com o Controle de Saída e Entrada nos Estados Unidos?

Quem está lendo pode ter ficado um pouco apreensivo, mas uma informação pode mudar totalmente esse comportamento: muito do que se pinta a respeito das dificuldades sofridas na imigração é mentira. Essa é uma etapa da viagem muito mais tranquila do que se parece.

As principais dicas para que tudo corra perfeitamente bem são as seguintes:

Tenha Todos os Documentos Necessários à Mão

É muito importante manter o passaporte com todos os vistos internacionais. sempre à mão, de preferência no bolso ou na mochila, em um lugar que seja bem fácil de achar. Não o coloque no fundo da bolsa ou em qualquer lugar de difícil acesso, já que o nervosismo pode pesar nesta hora.

Pode acontecer de o visto americano estar em um passaporte já vencido. Nesse caso, é ideal trazer os dois passaportes para a viagem, para comprovar que você realmente tem acesso autorizado à terra do Tio Sam e não enfrente complicações quanto ao controle de saída e entrada nos Estados Unidos.

Ainda que não sejam estritamente obrigatórios, tudo o que puder ser usado como comprovação de que você já tem planos para ficar no país por um certo período de tempo pode ser utilizado, como comprovantes de aluguel de carro, apartamento, reservas de hotel e ingressos de parques de diversões, por exemplo.

Existem alguns documentos que podem ajudar nessa hora, como comprovantes de matrícula em faculdades brasileiras, extratos da conta corrente e contratos de trabalho, o que mostra que você quer voltar ao Brasil. Para que esses documentos tenham validade, porém, eles devem passar pela tradução juramentada..

Outro documento que também não pode ser esquecido é o formulário de alfândega já preenchido. Você o receberá quando ainda estiver no avião e deve entregá-lo ao agente de imigração.

Responda às Perguntas Com Sinceridade

Uma coisa que pode complicar bastante na hora do controle de saída e entrada nos Estados Unidos é ser desonesto quanto às perguntas feitas pelo agente de imigração. Como já são profissionais bastante experientes, é bem provável que eles percebam quando tentam ser enganados.

Não há nada o que esconder: se você providenciou tudo o que era necessário para a viagem, então não tem nada de errado com o seu passeio. Basta responder a tudo o que ele disser com clareza e, quando possível, sem titubear.

As principais perguntas que são feitas pelo agente de imigração são o destino da viagem, quantos dias ela demorará, qual é a quantidade de dinheiro que o viajante está trazendo, qual é a intenção da viagem (trabalho, estudo, lazer), por exemplo.

Cabe ressaltar: o tipo de visto deve ser compatível com o intuito da viagem. Por isso, se for a trabalho, o visto também deve ser de trabalho. Qualquer discordância nessas informações pode levar a algumas complicações.

Leve Uma Quantia Considerável em Dinheiro e um Cartão de Crédito

Não é todo mundo que tem o desejo de ir para os Estados Unidos para fazer compras: algumas pessoas querem apenas conhecer os principais pontos turísticos e estar em contato direto com a cultura norte-americana. Porém, todos devem levar dinheiro suficiente para se manter por lá.

Por isso, além de levar uma boa quantia em dinheiro, é importante ter um cartão de crédito internacional, já que isso ajuda a provar que você tem como se manter enquanto estiver por lá.

Não Demonstre o Desejo de Ficar nos Estados Unidos

Pode ser que os planos da viagem sejam de ficar no país e, eventualmente, morar lá, mas essa não é uma informação muito boa para se passar no momento da imigração.

O controle de saída e entrada nos Estados Unidos pode dificultar um pouco as coisas caso você demonstre esse desejo. Por isso, se a viagem a lazer, trabalho ou para estudos, diga que é apenas para isso.

Depois, conforme as coisas desenrolarem no país, pode até ser que você fique lá indeterminadamente, mas aí será mais fácil de tomar todas as medidas cabíveis para estar de pleno acordo com as leis do país.

Aconteça o Que Acontecer, Mantenha a Calma

É um pouco raro que isso aconteça, mas pode ser que o agente de imigração fique com alguma dúvida ou receio e te encaminhe para uma segunda entrevista, geralmente realizada em uma sala fechada, com outros agentes. Pode parecer um pouco assustador, mas não é: mantenha a calma!

Muitas vezes, isso pode ser causado por algum problema na hora de preencher os documentos ou por alguma dúvida, até mesmo por algo cometido pelo primeiro agente de imigração. Essa entrevista é apenas para ter certeza de que não há nenhum risco em autorizar a sua entrada ou saída do país.

Por isso, mesmo que o controle de saída e entrada nos Estados Unidos demore um pouquinho mais do que o planejado, fique tranquilo e continue a responder as perguntas com sinceridade. Se estiver tudo certo, então é bastante provável que eles te liberem logo para o prosseguimento da viagem.

Tenha Uma Viagem Tranquila e Sem Sustos

É bem provável que você fique com aquele friozinho na barriga, é verdade, mas ele passará logo. Como pôde ser visto, basta manter a calma, ser sincero e não esquecer de nenhum documento que você não deverá enfrentar complicações nessa etapa da viagem.

Por isso, não se preocupe demais com o controle de saída e entrada nos Estados Unidos a ponto de não poder aproveitar a viagem direito. Mantenha a tranquilidade, cumpra a sua parte e tudo tende a dar super certo!

Solicite sua Tradução