Como funciona a emissão de passaporte?

Saiba tudo sobre a emissão de passaporte e quando ele precisa ser traduzido!

Passaporte

O Brasil é um dos países mais confiáveis quando o assunto é autenticidade e emissão de passaporte. Isso porque a Casa da Moeda, instituição responsável por fabricar moedas, cédulas, medalhas, selos, diplomas e passaportes para o Brasil e também para outros países, possui um dos sistemas mais rigorosos de controle de produção.
Toda essa rigidez e controle de qualidade justificam a importância do documento – o passaporte é a identificação pessoal mais utilizada para que pessoas possam transitar de um país para outro, de forma simples, usando apenas um documento.

Expedição de Passaportes

A Polícia Federal (PF) é o órgão responsável pela expedição dos passaportes no Brasil. Todo o procedimento de emissão é feito por meio dos olhos atentos da PF com o objetivo de evitar fraudes nos documentos. Assim, só é possível obter o passaporte as pessoas que estejam em dia com as obrigações eleitorais, homens quites com o serviço militar obrigatório e, é claro, aqueles que não foram impedidos de deixar o país pela Justiça.

Como tirar o passaporte?

O processo de emissão do passaporte é bastante simples, basta fazer um cadastro no site da Polícia Federal, fornecendo os dados pessoais básicos, gerar a GRU (Guia de Recolhimento da União) no valor de R$ 257,25 (preço pesquisado em julho de 2017) e aguardar a autenticação do pagamento para realizar o agendamento também no site da Polícia Federal.

Agendamento

Para o agendamento, você deve escolher o posto da Polícia Federal mais próximo e ali comparecer no dia agendado, munido de todos os documentos originais solicitados. O prazo para a entrega do passaporte é, normalmente, de 7 dias úteis.

emissão de passaporte

Documentos necessários para emissão do passaporte

Os documentos necessários para a emissão do primeiro passaporte para brasileiros são:

  • Documento de identidade;
  • CPF;
  • Certidão de casamento, caso tenha havido alteração no nome;
  • Título de Eleitor e comprovantes de votação/justificativa/pagamento de multa da última eleição (dos dois turnos, se houve);
  • Documento que comprove quitação com o serviço militar obrigatório, para os requerentes do sexo masculino.
  • Para mais informações, verifique o site da Polícia Federal

    Quando é necessário a tradução do passaporte?

    Você sabia que a tradução do passaporte pode ser solicitada? Isso pode ocorrer na ocasião de processos de imigração, casamentos, registros de empresas, vistos de trabalho, contratos e sentenças judiciais, por exemplo. A tradução de um documento dessa natureza é de extrema importância, pois ele é o principal registro de uma pessoa na entrada e permanência em outro país.

    Esse tipo de serviço é chamado de Tradução Juramentada ou Pública, cuja realização deve ser feita exclusivamente por um tradutor público concursado e habilitado que será responsável por validar o documento em língua estrangeira no Brasil e vice-versa. Somente dessa forma, o documento terá caráter e valor legais.

    Acontece que esse tipo de tradução passa por um procedimento rigoroso para evitar a distorção ou mesmo a adulteração do teor original de documentos estrangeiros. Portanto, além de ter que ser realizado por um profissional específico, é obrigatoriamente elaborado em papel timbrado do tradutor juramentado e ter uma diagramação padronizada.

    A melhor maneira de realizar o serviço de tradução de documentos é contratar um tradutor juramentado especializado e habilitado a realizar esse tipo de serviço.

    A Fidelity Translations atua nas principais vertentes de tradução e tem os profissionais ideais para executar qualquer tipo de serviço, com prazos flexíveis e compromisso com a qualidade!

    >> Entre em contato conosco e solicite o orçamento para sua tradução! <<

    Solicite sua Tradução