Como funciona a tradução de patentes

Homem segurando símbolo de marca

Confira o processo da tradução de patentes e veja alguns dos principais desafios dessa área

A sua empresa prospera com a inovação? Talvez você seja um inventor que surgiu com uma solução inovadora e deseja patentear a sua conquista?

Você precisará de um provedor de serviços linguísticos competente para ajudá-lo no processo de patenteamento, com o intuito de garantir que a sua inovação e propriedade intelectual sejam protegidas contra roubo ou uso não autorizado internacional.

Para garantir os direitos exclusivos de exploração, aplicação, produção e distribuição, você precisará enviar um pedido de patente, seja no Brasil ou em outros países.

Contar com uma empresa especializada em serviços de tradução de idiomas deve ser o seu primeiro ponto de contato para a tradução de patentes. Nossos especialistas linguísticos têm as qualificações e os conhecimentos necessários para traduzir as suas patentes para qualquer idioma.

Você tem uma invenção, inovação tecnológica ou solução única para um problema específico? Então agora é a hora de agir – conheça mais sobre esse tipo de serviço e veja alguns de seus principais desafios.

O que são patentes e qual é seu significado econômico?

Todas as inovações no campo da engenharia de processos, produtos e marcas registradas são geralmente protegidas por um período de 20 anos no Brasil, na Europa e nos EUA. Por outro lado, para os modelos de utilidade, o período normal de proteção é de três a quinze anos, no máximo.

Durante esse período de proteção, apenas o titular da patente pode fazer uso da invenção com o intuito de gerar vendas e lucro, ou seja, o titular da patente detém o monopólio. Outros concorrentes estão em desvantagem.

As patentes são direitos de propriedade industrial para invenções e inovações, além de serem de grande importância econômica. Elas podem até determinar o sucesso ou o fracasso de uma empresa nos mercados doméstico ou global.

Isso se aplica, em particular, a indústrias com foco em inovação e tecnologia. Isso inclui os seguintes setores e áreas especializadas:

  • Energia e tecnologia de energia
  • Biotecnologia
  • Indústria elétrica e eletrônica
  • TI / software
  • Engenharia mecânica
  • Engenharia biomédica
  • Telecomunicações
  • Energias renováveis ​​e tecnologia ambiental

As patentes não são apenas ativos importantes para o sucesso financeiro, mas também são utilizadas para avaliar a capacidade inovadora de uma empresa multinacional, além de contribuírem para o valor de sua propriedade.

Principais desafios da tradução de patentes

Vamos ver por qual motivo a tradução de patentes é tão desafiadora e como os proprietários de patentes podem proteger o seu trabalho em ambientes internacionais.

1 – Terminologia

A terminologia é considerada por muitos especialistas o maior desafio da tradução de patentes. Isso porque, nesse campo, interpretações ou substituições de termos raramente são aceitáveis.

Ao traduzir esse tipo de terminologia técnica, os linguistas precisam encontrar o termo correspondente com precisão para definir cada elemento descrito na patente.

Nesse nicho estreito, os tradutores trabalham com palavras e frases específicas e são obrigados a saber como combiná-las para não alterar nada no sentido do documento.

Para superar os desafios da terminologia, os tradutores especializados devem ter proficiência linguística em ambos os idiomas. Ao mesmo tempo, eles devem conhecer o assunto de dentro para fora e encontrar os termos exatos e necessários para manter a precisão da patente.

2 – Ilustrações e esboços

Outra razão pela qual as patentes são um desafio para os tradutores é o número de elementos visuais que precisam ser reproduzidos e traduzidos no documento. 

Pense nos desenhos ilustrativos, por exemplo. Todas as observações incluídas em uma imagem devem corresponder aos idiomas de origem e de destino para garantir que nada se perca na tradução.

Essas notas podem incluir medidas, siglas e símbolos que mostram as características exatas da invenção. Os tradutores devem certificar-se de que conhecem o significado de cada notação e o seu equivalente exato no idioma de destino.

Se não houver nenhum, como costuma acontecer eventualmente nesse nicho, o linguista deve encontrar o termo mais adequado para substituir a notação de uma forma que não altere o significado do documento.

Mulher protegendo ideia de patente

3 – Idioma e diferenças culturais

A tradução de patentes parece uma ciência exata, mas, infelizmente, não existe tal coisa na indústria de serviços linguísticos. Não há dois idiomas suficientemente semelhantes para permitir uma tradução 100% palavra por palavra, a qual mantenha o significado exato de um documento, sela ele jurídico ou técnico, por exemplo.

Os idiomas são complexos e, por isso, os tradutores são obrigados a se adaptar a diferentes maneiras que as pessoas têm de expressar conceitos. A esse desafio, acrescente o fato de que cada idioma vem com regras específicas de sintaxe e gramática, as quais também podem influenciar o conteúdo da patente.

4 – Diferentes regulamentos de patentes

Outro desafio comum da tradução de patentes é o aspecto jurídico do trabalho. Como acontece com todas as traduções jurídicas, as patentes exigem que os dois sistemas jurídicos do país de origem e do país de destino encontrem um terreno em comum.

No final, a patente deve ser válida de acordo com os dois sistemas jurídicos. Até certo ponto, a tradução patenteada pode ser definida como localização, uma vez que os linguistas muitas vezes precisam adaptar o documento para atender a normas e regulamentações locais.

Em outras palavras, os tradutores de patentes devem estar familiarizados com as leis de ambos os países envolvidos para garantir a validade do documento traduzido.

A tradução incorreta de patentes pode acontecer em qualquer idioma

Mesmo os melhores tradutores podem cometer erros de tradução ao trabalhar com patentes, independentemente do idioma de destino. Isso porque a tradução de patentes é um dos nichos mais desafiadores e complicados do mercado linguístico.

Traduções incorretas podem ocorrer com idiomas asiáticos, como chinês ou japonês, por exemplo, mas também são comuns na tradução para o português ou outros idiomas.

É por isso que os proprietários de patentes devem trabalhar com fornecedores de serviços linguísticos profissionais, os quais seguem protocolos rígidos para garantir que toda a documentação seja traduzida e revisada por especialistas no assunto antes de enviá-la a qualquer autoridade.

Se você precisa do serviço de tradução de patentes, conte com a Fidelity Translations para atender todas as suas necessidades. Basta entrar em contato conosco. 

Solicite sua Tradução

Postagens Relacionadas