Nove dicas práticas para aprender outros idiomas

Veja como tornar o aprendizado de novos idiomas mais fácil e rápido

Aprender novos idiomas é muito bom. Seja para ter mais chances no mercado de trabalho, se comunicar com pessoas de outros países ou ser capaz de consumir novos conteúdos na internet, a prática é muito recomendada.

Porém, ela traz consigo algumas dificuldades, já que você terá contato com um idioma com o qual pode não ter tanta familiaridade. Isso pode fazer parecer que o aprendizado levará muito tempo, mas é possível acelerar esse processo.

Para te ajudar, nós separamos algumas dicas eficientes para começar a ler, escrever, ouvir e falar novos idiomas no menor período de tempo possível e, assim, se tornar um verdadeiro poliglota.

Dicas práticas para facilitar o aprendizado de novos idiomas

Ao seguir essas sugestões durante o processo de aprendizagem, os resultados poderão chegar ainda mais rápido e o idioma fará naturalmente parte do seu vocabulário.

1 – Nunca é tarde demais para começar

É comum escutar que as crianças conseguem aprender novos idiomas com mais facilidade, graças à maior plasticidade que o cérebro apresenta nos primeiros anos de vida. Isso é verdade, mas não quer dizer que pessoas de outras faixas etárias não consigam também.

De acordo com um estudo feito pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), adultos aprendem novos idiomas até sua fluência quase tão bem quanto as crianças.

Isso quer dizer que aprender novos idiomas é uma tarefa que pode ser cumprida por pessoas de todas as idades, ou seja, nunca é tarde demais.

aprender novos idiomas

2 – Esteja psicologicamente disposto a aprender

Ao escolher algumas palavras em russo que você precisa treinar, por exemplo, ou em algum outro idioma que você não tenha tanta afinidade, é normal se enrolar e errar na pronúncia. Porém, é importante que você esteja preparado para isso.

Os erros fazem parte do processo de aprender novos idiomas – e de aprender qualquer outra coisa também, na verdade. Por isso, eles não devem te deixar triste ou sem confiança, mas sim servir como um combustível.

Pessoas que apresentam mais facilidade para aprender um novo idioma são curiosas e encaram a oportunidade como um desafio, não como uma prova. Ao conduzir o processo com tranquilidade, a evolução virá naturalmente.

Confira mais – Descubra 5 palavras em russo que você precisa treinar para pronunciar!

3 – Estude com intensidade

Separar duas semanas para estudar 3 horas por dia é muito mais eficiente do que estudar 1 hora por dia durante dois meses. Em outras palavras, a intensidade traz bons resultados para aprender novos idiomas.

Uma prova disso é que muitos conteúdos das aulas de inglês, espanhol ou outros idiomas na época da escola não ficam guardados na mente, já que as aulas eram curtas de duração e espaçadas entre si.

Portanto, é melhor separar um período curto e pegar firme nos estudos do que estudar um pouco por semana durante vários meses. Assim, você conseguirá assimilar o idioma mais rapidamente.

4 – Tenha um contexto para estudar

Se você tiver que dizer a frase “ligue para os bombeiros imediatamente” em italiano durante um exercício em um aplicativo de ensino de idiomas ou quando tiver presenciado um acidente em Milão, é certo que a segunda situação será bem mais desafiadora.

Em outras palavras, quando você precisa aprender novos idiomas, o processo acontece mais rapidamente. Não teria muito problema se você não conseguisse responder essa lição no aplicativo, mas em uma situação real, as consequências poderiam ser graves.

Ao colocar o aprendizado em um contexto real e que realmente terá impacto em sua vida, o cérebro é colocado à prova e, assim, consegue apresentar um desempenho melhor, seja para entender uma frase de um livro que você precisa aprender para ir para o próximo capítulo ou no episódio de uma série.

Veja também – Quer estudar no exterior? Veja dicas e os documentos necessários para embarcar nesta jornada

5 – Aprenda as 100 primeiras palavras e a gramática básica com áudios e aulas online

Se você ainda não tem nenhuma familiaridade com o idioma, esses devem ser os primeiros passos, que servirão como referência para que você consiga lidar com os próximos aprendizados.

Ao investir nisso, você sairá da posição de alguém totalmente leigo no idioma para uma pessoa que consegue se comunicar com frases básicas em poucos dias, o que é um ótimo começo.

Palavras como “obrigado”, “por favor”, “desculpe”, “comer”, “fome”, “beber”, “sede”, “andar”, “amar”, “um”, “dois”, “dinheiro”, “onde” e “quando” são simples, mas podem ser a porta de entrada para novos idiomas e, acredite, esse conhecimento será muito valioso.

6 – Depois disso, tente conversar com o que sabe

Mesmo com um vocabulário pequeno, você já poderá se comunicar com frases básicas. O restante do aprendizado servirá para complementar o que já aprendeu anteriormente.

O ideal é ter alguém com mais experiência que você no idioma para conversar verbalmente. Assim, além de adquirir conhecimento com tal pessoa, você também coloca em prática o que já absorveu antes.

Depois de conseguir conversar, mesmo cometendo alguns deslizes, você pode continuar com o aprendizado do novo idioma. Em vez de tentar aprender muitas palavras de uma só vez, concentre-se em um número menor, mas que você saiba realmente como utilizá-las.

7 – Assista a filmes no idioma desejado várias vezes

Uma das melhores e mais práticas dicas é assistir a filmes daquele idioma mais de uma vez. Três vezes costuma ser um bom número.

Sempre com o áudio original, na primeira vez você deve assistir com as legendas em seu idioma nativo, na segunda vez com as legendas no idioma do áudio do filme e, na terceira vez, sem nenhuma legenda.

Você já saberá o que vai acontecer no filme e isso é muito bom. Assim, poderá associar às palavras às ações e aos acontecimentos das cenas, o que ajuda a absorver o aprendizado com mais facilidade.

aprender novos idiomas

8 – Conheça os níveis de aprendizagem

Da mesma forma que as dicas do que não fazer para aprender inglês te ajudam nesse processo, entender quais são os níveis da sua aprendizagem em um novo idioma também será muito útil. Eles são os seguintes:

1: Você conseguirá falar um pouco, mas não entenderá quase nada;
2: Depois você vai entender mais do que consegue falar;
3: Em seguida, você conseguirá conversar, embora isso demande um pouco de esforço mental;
4: Na sequência, será possível conversar sem precisar de tanto esforço, ou seja, você não terá que traduzir mentalmente as palavras do seu idioma nativo para o novo idioma e vice-versa;
5: Por fim, quando conseguir falar e ouvir sem traduzir mentalmente, você conseguirá pensar no idioma que está aprendendo – o que é um ótimo sinal.

Veja também – 7 dicas do que não fazer para aprender inglês

9 – Seja persistente

Alguns idiomas são mais complicados do que outros devido à sua fonética e ao alfabeto utilizado, principalmente quando são bem diferentes do que você está acostumado no seu idioma nativo.

Além disso, algumas pessoas podem aprender novos idiomas em apenas alguns meses, enquanto outras precisarão de mais tempo para conseguir se comunicar bem.

Seja qual for a sua situação, o que mais importa é persistir. Afinal de contas, a recompensa será muito valiosa para a sua vida pessoal, profissional e acadêmica.

Comece a praticar hoje mesmo

Quanto antes você começar a estudar um novo idioma, mais rápido conseguirá chegar ao nível que deseja, o que te ajudará na comunicação quando estiver em outro país ou mesmo para consumir conteúdos diferentes em seu idioma original.

Os objetivos podem variar, mas o que não muda é que aprender novos idiomas é possível se você aplicar a dose certa de esforço e motivação. Assim, além do aprendizado, você terá um sentimento de realização muito gratificante.

Não deixe de conhecer os serviços da Fidelity, empresa de tradução especializada!

Solicite sua Tradução

Postagens Relacionadas