11 dicas para se manter atualizado sobre tradução juramentada

Fique de olho em algumas dicas para escolher sempre as melhores empresas de tradução e se manter atualizado com as novidades do mercado

Com o intercâmbio cada vez maior de profissionais e negócios entre países, é cada vez maior a demanda pela tradução de documentos de forma oficial. Esse trabalho recebe o nome de tradução juramentada, uma tarefa destinada a profissionais concursados e cujo resultado tem valor legal para a apresentação no Brasil ou em outras localidades.

Seja você um aspirante a tradutor juramentado, um profissional da área ou ainda um cliente buscando solução para a tradução dos seus documentos, listamos aqui 11 dicas para que você possa se manter atualizado sobre o assunto.

1) Como é calculado o valor de uma tradução?

Para se calcular o valor a ser pago por uma tradução juramentada é preciso ficar atento à quantidade de palavras que serão traduzidas.

Cada Junta Comercial possui uma tabela específica com essa finalidade, de forma que os valores a serem pagos não devem variar muito em função da referência. Antes de traduzir um documento, o tradutor ou a empresa de tradução irá vê-lo para que possa fazer um orçamento.

2) Ver o documento garante mais precisão no orçamento

Muitas pessoas se perguntam por qual razão apenas saber o número de páginas de um documento não é suficiente para obter um orçamento de tradução. Isso acontece porque a cobrança não é feita por páginas e sim por caracteres. Textos com a formatação cujo tamanho da fonte é reduzido podem ocupar menos páginas, mas dar muito mais trabalho no que se trata de quantidade de conteúdo a ser traduzido.

3) Informe sempre o prazo de entrega

Uma tradução juramentada, seja ela feita por uma empresa de tradução ou não, é um trabalho intelectual que requer precisão e um alto nível de detalhamento por parte do tradutor. Assim, diferente de uma tradução mais simples, muitas vezes não será possível aprontá-la da noite para o dia. Por isso, se informe sobre os prazos de entrega antes de solicitar o trabalho.

4) Consulte a validade das traduções juramentadas

Algumas traduções juramentadas feitas no Brasil podem não ser aceitas em determinadas instituições do exterior. A validade dessas traduções vai depender das regras estabelecidas por cada país. Uma dica para saber se a tradução juramentada feita no Brasil vale no exterior é observar se o país de destino faz parte da Convenção de Haia. Com essa convenção, o acordo define regras para a certificação dos documentos expedidos – caso o país de destino do seu documento não faça parte da convenção, será preciso entender a legislação do país de destino.

>> Saiba mais sobre a tradução juramentada no Brasil e sua validade no exterior<<

5) O tradutor não poderá dar informações extras sobre quais documentos você vai precisar

Antes de buscar uma tradução, muitas pessoas procuram um tradutor juramentado ou uma empresa de tradução para checar quais documentos precisam ser traduzidos para um determinado propósito, mas eles não vão saber responder a essas perguntas. A eles cabe apenas o trabalho da tradução do conteúdo. As demais dúvidas referentes à documentação devem ser checadas diretamente com quem solicitou os documentos.

6) A tradução pronta é suficiente?

Em geral, a tradução juramentada de um documento deve ser apresentada juntamente com o original. Novamente, esse grau de detalhamento de exigência vai variar de instituição para instituição, portanto cabe a quem solicita o documento traduzido obter essa informação.

7) Empresas de tradução facilitam o meu trabalho?

Sim, em geral as empresas de tradução são responsáveis por contar com diversos profissionais capazes de traduzir documentos para vários idiomas. Assim, elas se tornam uma verdadeira central, o que é bom para os profissionais, pois eles obtêm um maior número de trabalhos a partir delas, e para os clientes, pois têm mais chances de encontrar bons profissionais para qualquer idioma que procurem.

8) Tradutores juramentados também podem fazer traduções simples?

Sim, eles estão aptos a fazer qualquer tipo de tradução. Nesse caso, os preços são diferentes, pois há um número maior de profissionais no mercado. Ao procurar uma empresa de tradução, você terá todo o suporte necessário para contratar uma tradução como essa. Para os profissionais, vale muito a pena estarem atentos às oportunidades que surgem nas empresas.

9) Como se tornar um tradutor juramentado?

Para se tornar um tradutor juramentado é preciso fazer um concurso público. As oportunidades não são muito constantes, de forma que há grandes intervalos de tempo entre um concurso e outro. Por isso, se esse é um desejo seu, vale a pena ficar de olho na Junta Comercial do seu Estado, pois é de lá que surgirão as oportunidades para que você possa ingressar nessa profissão.

>> Saiba mais sobre as especializações para se tornar um tradutor juramentado <<

10) Por que as regras de documentos variam de país para país?

Cada nação é soberana e cada instituição dentro de um país tem o direito de exigir mais ou menos documentos, sejam eles na língua original ou em língua estrangeira. Por conta disso, é praticamente impossível ter uma regulamentação comum internacional, de forma que cada caso deve ser analisado separadamente. Para um profissional de tradução, entretanto, vale a pena se informar das peculiaridades do país para o qual você a sua tradução se destina: podem surgir oportunidades de ajudar os clientes.

11) Como é o procedimento com termos técnicos, jurídicos ou científicos?

Nesse caso, documentos que possuam essas particularidades vão exigir um pouco mais de trabalho do tradutor. Recorrer a dicionários, glossários e bibliografias especializadas é parte do trabalho desse tipo de profissional, de forma que é importante ter sempre à mão links de sites internacionais que abriguem esse tipo de informação. Lembre-se: esse é um trabalho que exige perfeição, pois a tradução precisa ser fiel ao documento original.

Solicite sua Tradução